*PT quer repetir a eleição de 1998 que Zeca buscou o seu vice de Coxim e ganhou a eleição *

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Abílio Vaneli é escolhido como vice de Giselle Marques

O nome foi escolhido após a Executiva Nacional do PT aprovar a candidatura com chapa própria ao Governo do Estado.

O Partido dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul apresentou na tarde de hoje, em uma Coletiva de Imprensa realizada na sede do Diretório Estadual o nome do advogado Abílio Vaneli para compor a chapa majoritária como vice-governador ao lado da advogada Giselle Marques, candidata ao governo. O nome foi escolhido após a Executiva Nacional do PT aprovar a candidatura com chapa própria ao Governo do Estado.

Abílio é natural da cidade de Coxim, na região norte do Estado. É vereador por dois mandatos na cidade. É militante atuante do partido nas áreas de direitos humanos foi reeleito em 2021.

“Vai ser uma honra representar o projeto do PT e do Lula no ao lado da companheira Giselle. É importante que os programas sociais cheguem a Mato Grosso do Sul, também no interior, e esse vai ser um dos compromissos do nosso governo, caso sejamos eleitos, além de um olhar para a agricultura familiar e a questão indígena no nosso Estado”, afirmou o candidato em seu discurso.

Para Giselle Marques, a escolha do vice fortalece ainda mais um projeto que leve em frente as ideias do Partido dos Trabalhadores. “Assim como em 98 nós começamos a caminhada vitoriosa, agora nós estamos oficializando a nossa chapa rumo a vitória. Com um Senador de Dourados e a certeza de que a Estala vermelha vai voltar a brilhar” comemorou a candidata ao governo pelo PT.

Para concorrer ao Senado o PT oficializou o nome do professor Tiago Botelho. Para suplência os nomes escolhidos foram o de Eloisa Berro e Bruno Migueis.

Nas chapas proporcionai da federação composta pelo PT, PV e PCdoB foram apresentados 25 nomes para o cargo de Deputado Estadual, sendo 20 do Partido dos Trabalhadores, 3 do PCdoB e 2 do PV. Já para Deputado Federal são 9 nomes. 5 apresentados pelo PT, 2 do PV e 2 do PCdoB.

 

Print Friendly, PDF & Email