Por permitir aumento no fundo eleitoral, Dagoberto é hostilizado em aeroporto

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Parlamentar foi um dos que derrubaram veto que impedia Congresso de elevar fundo como bem entendesse

RICARDO CAMPOS JR.

O deputado estadual por Mato Grosso do Sul Dagoberto Nogueira (PDT) foi hostilizado no Aeroporto Internacional de Campo Grande por ter votado a favor do aumento das verbas públicas destinadas às eleições. Vídeo que circula pelas redes sociais (veja abaixo) mostra um passageiro indignado criticando a postura do parlamentar.

A sala de embarque estava lotada. O homem não identificado questionava o fato de as campanhas de 2020 serem bancadas com dinheiro retirado da saúde e educação. “Vocês são inimigos da nação brasileira. Essa é minha revolta”, disse o cidadão antes de ser aplaudido.

Nas imagens, Dagoberto balança a cabeça e murmura algo em sua defesa, mas não rebate o passageiro.

O Correio do Estado tentou contato com o deputado federal, mas ele não retornou às mensagens.

POLÊMICA

Em novembro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vetou alguns trechos da minirreforma eleitoral, impedindo entre outras coisas que o Congresso aumentasse o fundo partidário como bem entendesse. Dagoberto estava entre os parlamentares que ajudaram a derrubá-o junto com Fábio Trad (PSD), Vander Loubet (PT) e o senador Nelson Trad (PSD).

Dessa forma, o valor destinado aos gastos na campanha saltou de R$ 1,7 bilhão para R$ 3,8 bilhões.

Em contrapartida, Houve redução de R$ 1,7 bilhão nas despesas de 15 ministérios, e os maiores cortes foram em saúde (R$ 500 milhões), infraestrutura e desenvolvimento regional (R$ 380 milhões), que inclui obras de habitação e saneamento. Na educação, o corte foi de R$ 280 milhões.

 

Print Friendly, PDF & Email
HIPER