Jornalista ouve no telefone desabafo de Temer: “Barbaridade”

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

O jornalista Kennedy Alencar telefonou para Michel Temer, sem saber que, naquele momento, era feita a prisão do ex-presidente.

— Eu telefonei para o presidente Michel Temer e ele atendeu diretamente. Eu perguntei o que estava acontecendo, ele disse que estava na companhia de policiais federais.

Perguntei que tipo de mandado era, ele disse que era um mandado de prisão preventiva do juiz Marcelo Bretas e que ele estava indo para o aeroporto de Guarulhos.

Aí ele disse que não podia falar muito mais, mas ele próprio me confirmou que é um mandado de prisão assinado pelo juiz Marcelo Bretas no RJ.

E ele usou a expressão “é uma barbaridade”, foi como ele descreveu para mim e reagiu na hora — contou Kennedy à Rádio CBN.

Print Friendly, PDF & Email