Felipe reforça Campanha de Combate ao Feminicídio

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

O deputado estadual Felipe Orro participou do lançamento da Campanha Estadual de Combate ao Feminicídio, na manhã desta segunda-feira (27), no auditório da Governadoria, em defesa da integridade física, mental e social das mulheres. A campanha é amparada pela Lei nº 5.202, que instituiu o dia 1º de junho como marco, data em que a jovem Isis Caroline foi morta em 2015, sendo o primeiro caso tipificado como crime de ódio contra mulher em Mato Grosso do Sul. A Lei também estabelece o dia ‪1º de junho como o “Dia Estadual de Combate ao Feminicídio”, e a primeira semana do mês de junho como a “Semana Estadual de Combate ao Feminicídio”.

Felipe Orro destaca a preocupação do Estado com a onda de violência praticada contra a mulher e convida toda população a fazer parte da campanha. “Isso tem que ser combatido diariamente. Não à violência contra a mulher e não ao atentado contra a vida”, disse o deputado em vídeo de apoio clamando para que a população denuncie qualquer ato de violência contra mulheres.

Durante pronunciamento no lançamento, a subsecretária Especial da Cidadania, Luciana Azambuja, demonstrou desconforto relativo ao silêncio da sociedade frente às agressões e mortalidade violenta feminina. “É impossível que a gente não esteja ouvindo os pedidos de ajuda de todas estas mulheres cuja realidade é triste e acaba em morte, num país que a cada duas horas registra um feminicídio”, questiona Luciana Azambuja.

Somente este ano no Estado, foram confirmados 16 casos de feminicídio consumados contra mulheres entre 17 e 56 anos. Outros 42 registros foram relativos à tentativa de feminicídio, conforme estatísticas da Delegacia Geral da Polícia Civil (DGPC/MS).

O feminicídio, que é o assassinato de uma mulher pelo fato de ser mulher, foi tipificado como crime hediondo em março de 2015, por meio da Lei nº 13.104, que alterou o art. 121 do Código Penal. As ações de conscientização e sensibilização da sociedade durante o a Semana de Combate ao Feminicídio serão promovidas por meio de campanhas publicitárias veiculadas na mídia e redes sociais.

A campanha é uma realização do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio das subsecretarias Especial de Cidadania e de Políticas Públicas para Mulheres.

Estiveram presentes no lançamento da campanha o gonvernador do Estado Reinaldo Azambuja e a primeira-dama Fátima Azambuja, o presidente da Assembleia Legislativa deputado Paulo Corrêa, o desembargador Paschoal Carmello Leandro, secretário de Gestão Estratégica Eduardo Riedel, secretário de Segurança Antonio Carlos Videira, procuradoras-geral do Estado Fabíola Marquetti, secretária de Educação Maria Cecília Amêndola da Mota, Secretária dos Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Elisa Cleia Nobre, secretário Especial de Relações Institucionais e Assuntos Estratégicos Pedro Chaves, subsecretária Especial da Cidadania, Luciana Azambuja, subsecretária de Políticas Públicas para Mulher Geovana Vargas, entre outras autoridades.

Assessoria de Imprensa Gabinete Felipe Orro
Print Friendly, PDF & Email