Encontro define que ministro do Meio Ambiente viabilize recuperação do Rio Taquari

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Dinheiro para recuperação saíra do caixa da União

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles firmaram compromisso nesta sexta-feira (25) de que ficará sob responsabilidade do ministério, buscar e viabilizar a recuperação da Bacia do Rio Taquari. Para que isso seja possível, será utilizado parte dos R$ 6 bilhões que estão no caixa da União, referente a dívidas de crimes ambientais.

Na reunião, além do ministro da pasta e do governador do estado de MS, estavam o secretário Especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Nabhan Garcia e o secretário de Ecoturismo do Ministério do Meio Ambiente, Gilson Machado Guimarães Neto.

“Queremos o projeto definitivo para recuperação de um dos maiores desastres ambientais do Brasil, que é o assoreamento do Taquari. Tenho certeza que teremos andamento produtivo de ações e parcerias”, afirmou Reinaldo.

No ano passado, foi apresentado para à pasta, alguns projetos de recuperação e, segundo o ministério, é aproveitar e publicar um edital de programa que fará a recuperação da bacia.

O texto vai prever, entre outras coisas, linhas de crédito subsidiadas aos produtores afetados pela degradação ambiental, garantindo além da recuperação ambiental, a reparação social e a parte econômica.

Print Friendly, PDF & Email