Em clima de pré-campanha, tucano dispara críticas a Trad

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Deputado estadual diz que gestão precisa ter prioridade, além de reparos físicos

YARIMA MECCHI

A pouco menos de um ano para as eleições municipais de 2020, a política se movimenta em direção à pré-campanha. Foi nesse clima que o deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB) fez críticas à administração do atual prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD). De acordo com o tucano, a atual gestão precisa ter mais prioridade em seus atos.

“Tapar buraco é importante, a construção é importante, pintar meio-fio é importante, tudo é importante, mas mais importante que tudo isso são as pessoas, e nós temos uma parcela grande da população sofrendo sem remédio em UPA”, disse o deputado durante a convenção do Solidariedade que lançou Marcelo Miglioli como pré-candidato a prefeito da Capital.

Rinaldo Modesto é do mesmo partido do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que fez um acordo em 2018 para apoiar Trad na sua reeleição em 2020.

No ano passado, Azambuja disputou em busca de sua reeleição. Acabou indo para o segundo turno com o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira, então PDT, e pediu apoio a Marcos, comprometendo-se em retribuir no ano que vem. Mas a situação não agrada a todos do ninho tucano; questionado sobre o apoio do partido, Modesto destacou que a agremiação é maior que um líder.

“O PSDB significa o governador, a Executiva, os cinco deputados estaduais, os três federais e os filiados, isso que compõe o partido. E não é uma pessoa que vai definir para que lado que vai, será na hora certa”.

Questionado se não apoiaria a reeleição de Trad, ele não descartou a possibilidade, porém enfatizou que a administração não o agrada. “Eu não falo que não apoiaria, mas está muito distante para dizer. Pessoas precisam ser socorridas, eu acredito que nós podemos otimizar melhor. Erradicar os problemas é impossível, mas nós podemos melhorar em muito a dor das pessoas, e aí entra a questão da prioridade. Com certeza falta prioridade”.

Rinaldo é irmão da deputada federal Rose Modesto, que disputou a administração municipal em 2016 com Trad e pretende novamente colocar seu nome à disposição. “Ela está à disposição do partido. Foi a deputada mais bem votada, proporcionalmente, do País e a gente percebe nas pesquisas, mesmo ela não colocando o nome, que o dela aparece relativamente bem”.

Com relação à saída de Rose do PSDB, Rinaldo negou que tenha alguma conversa nesse sentido.

MUDANÇA

Conforme apurado pelo Correio do Estado, o presidente nacional do PP, Ciro Nogueira, teria procurado o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para que Rose Modesto seja liberada a trocar de sigla sem perder o mandato, os votos e o fundo partidário.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER