Em 18 dias, MS cresceu 65% número de casos da Covid-19

Mato Grosso do Sul tinha, até o dia 31 de maio, 1.489 confirmações e agora contabiliza 4.274 episódios
Daiany Albuquerque

Desde o dia 14 de março, quando foram registrados os primeiros casos de Covid-19 em Mato Grosso do Sul até o dia 31 de maio deste ano, 1.489 pessoas foram diagnosticadas com a doença. Entretanto, apenas em 18 dias de junho esse número cresceu 65% e agora o Estado já contabiliza 4.274 episódios.

Apenas de 1º de junho até a quinta-feira (18), conforme dados divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), foram confirmados 2.785 casos do novo coronavírus, quase o dobro do que somou em dois meses e meio da pandemia no Estado.

Essa rápida aceleração mostra que o Estado está entrando na fase crítica da doença por aqui. Outro exemplo disso é o número de mortes, que até o dia 31 de maio estavam em 20 e agora já quase dobrou, com 39 confirmações. A maior parte está em Campo Grande (oito mortes).

Outro motivo da aceleração de casos foi o surto em Dourados, que até ontem já contabilizava 1.472 episódios de Covid-19, se tornando neste mês o epicentro da doença em Mato Grosso do Sul, já que é o município com o maior número de infectados.

Até a manhã de ontem, 118 pessoas estavam internadas em Mato Grosso do Sul para tratamento do novo coronavírus, além de um sul-mato-grossense está internado em São Paulo. A maior parte das internações são em leitos públicos, eram 50 em leitos clínicos e 29 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Outros 11 estavam em leitos clínicos privados e 28 em UTI de hospitais particulares.

Print Friendly, PDF & Email