DESGASTE: Aluízio cede e Sindicato pode acabar com a greve de 10 dias em Coxim nesta quinta-feira

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Após vários órgãos de imprensas do estado, divulgar o impasse entre Prefeitura e Sindicato, com o atraso de pagamentos dos servidores municipais, pode chegar ao fim.

O prefeito Aluízio São José (PSB), após meses sem reunir com vereadores, nesta terça-feira na parte da manhã  (16/10), em reunião com todos os parlamentares, assumiu diversos compromissos e na parte da tarde na Prefeitura, se comprometeu com a Diretoria do Sindicato Municipal e uma Comissão de Funcionários, em regularizar o pagamento dos servidores, cortar gastos desnecessários e dispensar todos os contratados da Prefeitura, como também a Prefeitura se comprometeu em quitar o débito junto ao sindicato.

Para o prefeito, foi uma reunião produtiva, onde ele pode ouvir os anseios dos servidores. “Expliquei toda a situação financeira do município, falei das medidas adotadas para conter despesas e da perspectiva de melhora. Por outro lado, ouvimos sugestões que podem melhorar a administração. Penso que esse é o caminho”, definiu o prefeito.

O presidente do Sinsmc, Paulo Monteiro, demonstrou contentamento pelo restabelecimento do diálogo, entre a categoria e o executivo. Dentre as propostas apresentadas pelo prefeito, estão reuniões periódicas para ouvir os servidores, seja de forma geral ou por secretarias.

Segundo o vereador Marquinhos Vaz, a morosidade de acertos entre o prefeito Aluízio e o presidente do sindicato, Paulo Monteiro, não tem outra explicação de uma briga pessoal (politica), entre os dois e com isso quem arcava com este prejuízo, estava sendo os funcionários públicos e também a Câmara de vereadores.

Para o vereador Careca da Iluminação, o prefeito teve a humildade de pedir ajuda, tanto ao sindicato, como também a Câmara de vereadores. Com isso, sela uma união entre os parlamentares e daqui para frente, um compromisso de governar com todos, vereadores e sindicato juntos, deixando a brigas politiqueiras, somente nas horas das disputas eleitorais.

As propostas enviadas pelo Poder Executivo, em documentos escritos e assinados para os servidores municipais, serão discutidas em Assembleia nesta quarta-feira (17/10), na Câmara Municipal as 07:30 da manhã.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER