Com irmão em escritório de Soraya, Trutis justifica salário de R$ 11 mil: ‘acumula três funções’

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Irmão do deputado tem salário bruto de R$ 11.245,36 para trabalhar com senadora do mesmo partido

Thiago de Souza

Carlos Alberto Gomes de Souza, irmão do deputado federal Loester Trutis (PSL), é auxiliar parlamentar sênior da senadora Soraya Thronicke (PSL), ambos da bancada de Mato Grosso do Sul. Ele fica em um escritório de apoio à senadora, em Campo Grande, com salário bruto de R$ 11.245,36.

O deputado do PSL diz que não vê problema algum e que foi questionado poucas vezes sobre a nomeação do irmão dele, já que não se trata de nepotismo cruzado.

”Primeiro que não é cruzado, porque a Soraya não recebeu ninguém do meu gabinete. Existe apenas o fato de ter alguém técnico no gabinete dela, que é meu irmão”, comentou Trutis.

”Segundo que não é funcionário fantasma. O Carlos trabalha de segunda a sábado, vai para o interior com carro próprio e sem diária… Tem duas faculdades e têm vinculo de confiança com a senadora”.

”Eles se conhecem desde a época dos movimentos de rua”, completou o deputado e humorista. Sobre o salário líquido do irmão, de 8 mil, Trutis diz que quem decide isso é o Senado Federal.

”Para quem acumula três funções, tem duas faculdades, viaja o interior com carro próprio, corre o risco de levar um tiro [Soraya é ameaçada de morte], não é tão acima da expectativa do Brasileiro”, minimizou o parlamentar, que falou, no início do mandato, que não teria sequer assessoria de imprensa, já que gastaria o mínimo possível com comissionados e evitaria proceder igual a deputados que chamava de membros da ”velha política”.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER