*CARA A CARA…. SIMONE TEBET E CIRO GOMES*

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Os pré-candidatos à Presidência da República Ciro Gomes (PDT-CE) e Simone Tebet (MDB-MS) se encontraram durante uma agenda pública em Salvador. Os dois postulantes ao Planalto participaram no sábado do tradicional cortejo cívico do dia 2 de julho, feriado estadual conhecido como Independência da Bahia. Embora os acenos entre eles sejam frequentes, uma aliança entre Ciro e Tebet é vista como improvável.

Acenos

O encontro foi registrado nas redes dos presidenciáveis.  As divergências na agenda econômica entre os dois pré-candidatos descartam uma eventual coalização entre o pedetista e a medebista. “Eu e Simone Tebet nos encontramos há pouco, nas ruas, envolvidos pelo calor do povo baiano. Democracia é isso: convivência harmônica e respeitosa” escreveu Ciro no Twitter. Assim como o pedetista, Tebet também ressaltou a democracia ao registrar o encontro em suas redes. “Bahia é terra de todos. Democracia e civilidade. Adversário não é inimigo. O Brasil precisa de tolerância e respeito”, escreveu, compartilhando uma foto ao lado de Ciro.

Mesma agenda

É a segunda vez que o ex-ministro e a senadora participam da mesma agenda nesta semana. Os dois discursaram em um evento da CNI (Confederação Nacional da Indústria) na quarta-feira, em Brasília. Porém, não se encontraram na ocasião, já que Ciro participou da cerimônia remotamente. Ainda assim, não deixaram de fazer acenos um ao outro. Em entrevista coletiva após sua fala no evento, Tebet admitiu que, por ter um viés mais liberal do que Ciro, tem obstáculos para se aliar com Ciro. No entanto, a medebista afirmou que, “no momento oportuno”, se sentará junto com o pedetista.

Tudo combinado

Após o encontro, Simone Tebet afirmou que ela e Ciro fazem parte do mesmo campo e disse que combinaram de conversar eventualmente sobre a corrida presidencial. “Eu e o Ciro nos damos bem, estamos no mesmo campo democrático, contra a polarização ideológica, que está levando o Brasil para o abismo”, disse Tebet, que completou: “E combinamos de conversar a qualquer hora, em breve e no momento certo.”

Print Friendly, PDF & Email