Após visita de Tereza Cristina, Arábia Saudita habilita 8 frigoríficos brasileiros

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Estabelecimentos foram credenciados para exportação de carne bovina

Depois da visita da ministra Tereza Cristina (DEM) à Arábia Saudita em setembro deste ano em busca de abertura de mercado para produtos agropecuários brasileiros, a autoridade sanitária daquele país habilitou oito novos estabelecimentos para a exportação de carne bovina brasileira e seus produtos.

De acordo com a ministra, a habilitação foi resultado da viagem do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao país asiático. “Isso faz parte de toda a abertura que o Ministério da Agricultura vem fazendo juntamente com o governo federal”, afirmou. Já o presidente usou suas redes sociais para compartilhar postagem feita pela ministra com a ‘boa notícia’ e creditar o resultado ao trabalho da ministra. “Grande dia”, disse.

Conforme dados do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), no ano passado as exportações de produtos agropecuários brasileiros para a Arábia Saudita renderam US$ 1,7 bilhão, totalizando mais de 2,9 milhões de toneladas. Entre os principais produtos exportados estão frango in natura, carne bovina in natura, soja e milho.

Nesta etapa de certificação de frigoríficos, a habilitação foi feita pela SFDA (Daudi Food and Drug Authority) e abrangeu os frigorífico Fortefrigo (Pará), Better Beef (São Paulo), Rio Grande Comércio de Carnes Ltda (Maranhão), Plena Alimentos (Minas Gerais), Indústria e Comércio de Alimentos Supremo (Minas Gerais), Frigol (Pará), Maxi Beef Alimentos do Brasil (Minas Gerais) e Distriboi – Indústria, Comércio e Transporte de Carne Bovina (Rondônia).

Confira o vídeo da ministra e a íntegra do post do presidente sobre o assunto:

Print Friendly, PDF & Email
HIPER