Após flagrante, Kemp diz que cobrou bebidas por engano e vai devolver dinheiro

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

A conta de R$ 1,8 mil vai ser quitada essa semana, segundo o deputado

Rayani Santa Cruz

A nota no valor de R$ 1,8 mil, dinheiro gasto com 42 bebidas alcoólicas durante uma confraternização dos funcionários do deputado Pedro Kemp (PT), passou batido até pela auditoria da Assembleia Legislativa. É o que defende o parlamentar.

A prestação de contas deve ocorrer todos os meses, mas houve alguns erros neste caso, e o valor vindo de cofre público terminou usado em garrafas de vinho e cervejas, diz ele.

O deputado afirma ainda que sempre faz a retirada do valor desses produtos das notas, mas, neste caso específico, os responsáveis pela conferência no gabinete deixaram passar, e até a equipe da Casa.

“Sempre quando viajo tem nota de refeição e nota de bebida alcoólica, eu retiro e pago a parte. A Assembleia não faz ressarcimento de bebida. A nota passou batida”, explicou.

Ressarcimento do dinheiro público

A diversão foi em 2017 e o ressarcimento deve ocorrer nesta semana, segundo Kemp. “Isso tá errado, é irregular e vou fazer a devolução desse valor”, diz o deputado.

A equipe do gabinete se reúne todo o fim de ano para fazer balanço das atividades durante o dia e, à noite, ocorre a confraternização.

O episódio veio a público por meio da ONG Operação Política Supervisionada, especializada na fiscalização de gastos públicos do Legislativo, com apoio do site Congresso em Foco, que deu publicidade ao tema.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER