Curiosidades

Entenda por que cerveja congela, mas a cachaça, não

Diferença está na forma em que cada uma é produzida. Professor explica em qual situação a cerveja pode cristalizar ao toque. Veja também dica para gelar uma bebida fora da geladeira.

Frequentadores de bares — ou quem gosta de beber em casa mesmo — podem ter presenciado algumas das situações a seguir: um aviso de cuidado ao receber uma bebida do garçom, uma cerveja que congela ao toque, uma garrafa que explode no freezer e podem ainda ter tentado (e falhado) congelar cachaça.

Tudo isso tem algo em comum: são coisas que acontecem por causa da quantidade de álcool gerada em seu processo de produção. Veja a seguir a explicação para cada uma dessas situações.

🧊Cachaça não congela: quanto mais álcool uma bebida tem, mais baixa deve ser a temperatura para que ela congele. Isso porque o ponto de congelamento da água é de 0°C, enquanto o do álcool puro é de -112°C.

Os destilados, como a cachaça, têm o ponto de congelamento em torno de -40°C, temperatura que os freezers modernos não alcançam, uma vez que costumam atingir até -20°C. Por isso, mesmo que o consumidor esqueça a bebida, ela não irá congelar.

Já a cerveja, que tem o álcool mais diluído, tem a temperatura de congelamento semelhante à da água.

🥃Por que a cachaça tem mais álcool que a cerveja: isso é explicado pelo processo de fabricação de cada uma das bebidas. O g1 foi conhecer as produções das duas, sendo a da cachaça nas cidades de Pirassununga e Torrinha e a da cerveja em Campinas e Aguaí, todas no estado de São Paulo.

Na preparação da cachaça, após a cana ter seu caldo extraído, transformado em mosto (nome que o caldo leva após ter a quantidade de açúcar diminuída com a adição de água) e a fermentação ser finalizada, a bebida vai para o alambique.

Normalmente feito de cobre, ele é aquecido em 80°C, temperatura em que o álcool começa a evaporar, mas a água, não, continuando líquida.

Esse vapor é retido e resfriado por uma serpentina, voltando a ser líquido, sendo isto a cachaça.

Contudo, a bebida gerada é dividida em três partes: cabeça, coração e cauda. Apenas o consumo do coração é permitido, já que as outras duas partes podem fazer mal à saúde.

Já no caso da cerveja, o processo não chega até o alambique. Após os grãos usados para a bebida serem moídos e transformados em mosto, são acrescentadas leveduras para fazer a fermentação. Quando essa etapa é finalizada, a cerveja está pronta. Entenda aqui.

Como a cachaça passou pela evaporação da água e a cerveja não, a primeira acaba sendo mais alcoólica que a segunda.

🍺A cerveja congela na mão: isso acontece porque uma bebida pode atingir o ponto de congelamento e não congelar, se não tiver um iniciador desse processo, que na química é chamado de nucleação, explica o professor Reinaldo Camino Bazito do Departamento de Química Fundamental do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQUSP).

A razão disso é que a substância precisa de um primeiro cristal de gelo, que irá incentivar toda a mudança de fase de líquido para sólido.

Pode acontecer de a bebida estar abaixo do ponto de congelamento e, mesmo assim, não congelar porque não houve a nucleação. Esses casos são chamados de super-resfriamento.

Quando isso acontece e o líquido é agitado de alguma maneira — como ao tocar na garrafa para tirá-la do freezer —, a nucleação é ativada, então a cristalização acontece instantaneamente e de uma vez só.

Isso é mais comum em água filtrada, por ser mais pura e não ter partículas presentes que possam funcionar como ativação. Mas, também pode acontecer com a cerveja, se ela ficar parada por um longo período no freezer.

E é por isso que o garçom pede cuidado ao entregar uma bebida super-resfriada: o movimento de entregá-la ao cliente pode ativar a cristalização.

🍾 Garrafa que explode: uma mesma substância pode ocupar espaços diferentes dependendo se está líquida ou sólida. Quando uma garrafa ou latinha é esquecida no freezer e ela acaba congelando, o tamanho da bebida ali dentro aumenta e ela deixa de caber naquele recipiente, que pode estufar ou explodir, explica o professor.

🧂Sal para congelar: se o seu freezer estiver quebrado, uma forma de continuar congelando a bebida é usar gelo, água e sal. Isso porque o sal tem como propriedade tirar o calor de substâncias, potencializando o gelo e fazendo com que o recipiente chegue à mesma temperatura de um freezer, explica Bazito.

  • Vivian Souza, g1
Compartilhe
Desenvolvido por
Logo conffi studio