Autor do 1º requerimento, Contar diz apoiar ‘novo pedido’ de CPI da Energisa

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Parlamentar pediu para colegas deixarem egos e diferenças de lado e investigarem concessionária de energia no Estado.

e

Autor do requerimento pedindo abertura da CPI contra a Energisa, o deputado estadual Capitão Contar (PSL) pediu para os deputados ‘deixarem o ego de lado’ e darem início às investigações contra a concessionária de energia elétrica. Nesta terça-feira (05), o deputado estadual Felipe Orro (PSDB) prometeu que até a quinta-feira (7) irá apresentar novo requerimento, desta vez contendo fato determinado.

Nas redes sociais, Contar já manifestou apoio à ‘nova CPI’ que deverá ser proposta por Orro e já contaria com adesão de 20 parlamentares. O primeiro pedido de investigação contou com apenas seis assinaturas, três delas retiradas posteriormente. A principal justificativa dos deputados é que não havia denúncia específica.

“Aparentemente encontraram o ‘fato determinado’, quando começou uma nova coleta de assinaturas para instaurar uma nova CPI Energisa”, ressaltou Contar. Apesar de ter o pedido de abertura de investigação ignorado pelos colegas, ele disse apoiar o novo requerimento ainda não protocolado.

“Deixemos nossos egos e diferenças de lado e que seja logo instaurada essa CPI!”, defendeu. De acordo com o deputado, a intenção será averiguar de forma clara e conclusiva o fato determinado constatado nas milhares de reclamações sobre a constante alta no valor da energia. “Isso não tem bandeira partidária ou política”, completou.

Fato determinado 

Felipe Orro garantiu que apresenta pedido de abertura de Comissão contra a Energia até a quinta-feira (7), desta vez ‘com fato determinado em cima das denúncias’. “Eu já havia falado com o Contar que estava levantando esses dados há muito tempo. E essa CPI vai ter assinaturas para ser instaurada”. Nos bastidores, deputados afirmam que já contabilizaram 20 parlamentares que teriam sinalizado pela instauração da CPI. Confira a íntegra da postagem feita por Contar no início da tarde desta terça-feira (05):

Print Friendly, PDF & Email
HIPER