Prefeitura transfere para a Energisa responsabilidade sob poda de árvores

0
20

Convênio de cooperação foi assinado entre a concessionária e o Município

LUANA RODRIGUES

Convênio de cooperação entre a Prefeitura de Campo Grande e a Energisa – concessionária de energia elétrica – vai transferir para a empresa a responsabilidade das podas de árvores em Campo Grande. Com licitação para contratar quem faça o serviço suspensa e com apenas duas equipes próprias para tal, a saída da administração municipal foi recorrer ao acordo.

Na tarde de ontem foi assinado o convênio para execução do Programa Anual de Manejo de Arborização Urbana. A partir dele, haverá o reforço de mais dez equipes no serviço de poda da Capital. “Para economizar, fizemos a parceria com a Energisa, que vai entrar com dez caminhões e dez equipes completas. Hoje, a Prefeitura tem uma equipe pequena para atender a cidade toda. Muitas vezes a população solicita esse serviço e demora para ser atendida, então, a Energisa está dando esse apoio”, disse o prefeito Marcos Trad (PSD).

A empresa já vinha realizando podas emergênciais, com objetivo de preservar a rede elétrica de energia da Capital. Entretanto, os cortes foram considerados agressivos, porque deixavam as plantas vulneráveis a quedas e pragas, por isso tornou-se problema de Justiça.

No início de fevereiro, a pedido do Ministério Público Estadual (MPE), o Juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, David de Oliveira Gomes Filho, determinou a recuperação das áreas atingidas sob pena de multa. A empresa também teve de responder por cortes feitos em áreas de preservação permanente.

Conforme o diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes Monteiro, a partir da assinatura deste novo convênio, a técnica de poda será revista.“O objetivo do convênio também é uma troca de experiência. A Secretaria de Meio Ambiente vai nos ajudar com conhecimento que ela tem, vai orientar nosso pessoal para que a poda seja feita da melhor forma possível, para evitar a questão do problema de segurança, a queda de árvore, ou provocar a queda de poste e cabo”, afirmou.

Pelo convênio, a Energisa vai fazer podas emergenciais, que tem interferência na rede de energia elétrica. O serviço será iniciada pelos locais considerados mais críticos. Também está previsto o plantio de três mil mudas de árvores. Já a destinação dos resíduos ficará a cargo da prefeitura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here