Três mulheres de MS são homenageadas com diploma no Senado

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Cerimônia aconteceu nesta terça-feira (26)

Duas das três mulheres de Mato Grosso do Sul indicadas ao Diploma Bertha Lutz participaram de cerimônia de homenagem no Senado Federal nesta terça-feira (26), em Brasília. A bancada feminina indicou os nomes no dia 12 de março.

Entregue pelo Senado desde 2001, o Diploma Bertha Lutz é entregue para mulheres que celebra o protagonismo feminino na sociedade. O nome do diploma é uma referência a Bertha Lutz, precursora no Brasil na luta pelo direito de voto às mulheres, conquistado em 1932.

Os nomes sul-mato-grossenses indicados foram da cantora Delanira Gonçalves, a “Delinha”; a promotora de Justiça Jaceguara Dantas Passos e a violeira Helena Meirelles, que faleceu em 2005, recebeu a homenagem in memoriam.

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) ressaltou que muitas das agraciadas ajudaram a abrir o caminho para que mulheres estejam exercendo mandatos hoje no Senado e na Câmara dos Deputados. Para ela, a sessão de entrega do diploma Bertha Lutz é a sessão solene mais importante do Congresso Nacional.

Quem foi Bertha Lutz

Bertha Lutz (1894-1976) é uma referência para o movimento feminista no Brasil. Ela foi a segunda mulher a se tornar deputada federal na história do país. A primeira foi Carlota Pereira de Queirós. Bertha era formada em Biologia e Direito e foi a primeira mulher a integrar uma delegação diplomática brasileira, em 1945, na conferência em que foi redigida a Carta das Nações Unidas. Ela também integrou a delegação brasileira à Conferência do Ano Internacional da Mulher, no México, em 1975.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER