Técnicos de Mato Grosso do Sul podem integrar equipe de Tereza Cristina em Brasília

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Rumores indicavam que secretário seria um dos assessores da futura ministra, que riu ao ser questionada sobre o assunto

Celso Bejarano

A futura ministra da Agricultura Tereza Cristina, deputada federal reeleita do DEM em Mato Grosso do Sul, negou ter convidado para compor seu staff em Brasília o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruk. Porém, técnicos do Estado podem ser convocados para compor a equipe da futura ministra na capital federal.

Ela riu ao ser questionada sobre os rumores indicando a ida de Verruk para o ministério. Depois, afirmou que ainda nem conhece a rotina da nova missão.

Tereza, indicada para o cargo nesta semana pelo presidente eleito do Brasil Jair Bolsonaro (PSL), contou que antes de escolher a equipe de assessores precisa conhecer seu gabinete e o cotidiano da pasta que passa a comandar a partir de janeiro.

“Lá [ministério] tem muita gente capacitada, mas, é claro, se sentir necessidade posso chamar alguém daqui”, afirmou Tereza, na manhã desta sexta-feira (9), na sede da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, onde concedeu entrevista coletiva.

A futura ministra disse ter aceitado o convite por concordar com os propósitos do presidente eleito, um deles o de garantir segurança jurídica aos produtores rurais.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER