Simone deixa liderança do MDB e mantém disputa contra Renan

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Senadora do MS confirma disputa interna com cacique de legenda

TAVANE FERRARESI

Após reunião da bancada do MDB hoje, a senadora Simone Tebet (MDB) decidiu manter candidatura à presidência do Senado. Para garantir a “igualdade no processo”, ela deixou a liderança do partido na Casa de Leis.

Devido à falta de dois, de doze senadores do MDB, a definição sobre quem disputará o cargo de presidente ficou para quinta-feira (31), às 17 horas — não participaram do encontro do MDB, os senadores Jarbas Vasconcelos (PE) e Confúcio Moura (RO).

“Mantenho a minha  candidatura dentro da bancada e, para dar liberdade à bancada, num processo democrático onde todos têm que disputar em igualdade de condições, acabei de declinar da liderança do partido. Isso não prejudica o processo. O único consenso é o de caminhar unidos”, disse Simone.

Na liderança do MDB no Senado assumirá o senador José Maranhão (PB).

Adversário da senadora sul-mato-grossense, o alagoano Renan Calheiros afirmou que sua intenção é respeitar a vontade dos correligionários. “O velho Renan era estatizante, o novo Renan é liberal”, afirmou ele ao deixar a reunião, em referência à renovação dentro do partido, que tem sido bastante defendida por Simone. O senador já foi presidente do Senado quatro vezes.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER