Renan Calheiros ironiza apoio do MDB a Simone Tebet na disputa pelo Senado: ‘só se for do Cunha’

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Político alagoano citou várias lideranças do partido e não viu nenhuma menção a parlamentar de MS

Thiago de Souza

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) ironizou a senadora de Mato Grosso do Sul, Simone Tebet, sobre o apoio que ela diz receber do partido na disputa pela presidência do Senado Federal. ”[Apoio] só se for do Cunha”, brincou.

O político alagoano citou várias lideranças do partido e disse que nenhuma delas dá apoio a sul-mato-grossense. Logo, o apoio do partido só poderia vir de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara, atualmente preso por corrupção em Curitiba (PR), através de Carlos Marun, ex-ministro e conselheiro da Itaipu.

Renan disputa com Simone a indicação do MDB para concorrer à presidência da Casa de Leis. O partido é favorito por ter a maior bancada da casa, que tradicionalmente elege o presidente.

Conforme o site Uol, Simone Tebet tem adotado um discurso de renovação e autocrítica no partido. Nas palavras dela, o MDB precisa ter a “humildade” de dizer que errou e deixar o fisiologismo para trás.

A emedebista promete, por exemplo, que vai apoiar o voto aberto na eleição para presidente do Senado, considerado o “calcanhar de Aquiles” de Renan.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER