Projeto ‘Fronteira do Futuro’ receberá US$ 25 milhões do Fonplata

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Informação foi divulgada pelo senador, Nelsinho Trad (PSD/MS)

ALINE OLIVEIRA

O Fundo de Investimento Financeiro da Bacia do Prata (Fonplata) disponibilizará US$ 25 milhões para o município de Ponta Porã, a fim de dar início as obras do projeto Fronteira do Futuro.

A autorização foi feita pelo Ministério da Economia, Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex) e divulgada nesta quarta-feira (26), pelo senador sul-mato-grossense, Nelson Trad Filho (PSD/MS).

Conforme informado no projeto, o investimento será aplicado na construção de 232 mil m² de recapeamento (uma terceira avenida na cidade e pavimentação asfáltica em vários bairros de Ponta Porã), 20 km de ciclovias na Linha Internacional, 1.500 vagas de estacionamento e uma escola de robótica para retirar crianças e adolescentes das ruas.

“Há muito tempo, devido ao fluxo de veículos na fronteira entre os dois países (Paraguai e Brasil), os moradores de Ponta Porã já enfrentam dificuldades no trânsito porque a cidade só tem duas avenidas. Esse é um programa que vai revolucionar Ponta Porã para sua melhoria urbana”, explicou o senador.

DESENVOLVIMENTO LOCAL

O prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo (PSDB) apresentou em maio, a proposta ao órgão colegiado integrante da estrutura organizacional do Ministério do Planejamento. Em razão da aprovação, desde o início da semana, uma missão do Fonplata está no município realizando uma série de averiguações.

“Os técnicos estão aqui, desde segunda-feira, eles fizeram a vistoria, viram todos os orçamentos prontos para licitação e, agora, nós estamos correndo para que, no dia 18 de Julho, o pré-contrato vá para análise em Santa Cruz (Bolívia)”, explica o chefe do Executivo.

Dentro desse prazo, aprovado, o contrato deverá ser assinado em setembro ou se ocorrer atrasos, segundo o prefeito, no máximo a assinatura do financiamento será em dezembro.

“Esse é um presente para Ponta Porã, esperamos que, em breve, o senador Nelsinho Trad faça a leitura oficial do contrato de financiamento assinado, nós escolhemos o senador como o nosso padrinho, ele que vem batalhando por esse projeto conosco. Faremos nesse projeto, em Ponta Porã, algo parecido com o que o senador fez em Campo Grande quando era prefeito ”,  comparou o prefeito Peluffo.

No contrato de financiamento, a Prefeitura de Ponta Porã terá contrapartida de 20% do valor, equivalente US$ 6,5 milhões. “O município tem capacidade considerada letra a, quando não tem dívidas com a União, então, foi aprovado e a República Federativa do Brasil será o nosso fiador”, concluiu o administrador municipal.

*Com informações da Assessoria de Imprensa

Print Friendly, PDF & Email
HIPER