Professores do município terão reajuste de 4,17% parcelado

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Termo de compromisso foi assinado hoje com a prefeitura

GLAUCEA VACCARI

Professores da Rede Municipal de Ensino (Reme) de Campo Grande terão reajuste de 4,17% , parcelado em duas vezes. A proposta foi aceita pela categoria e o termo de compromisso assinado neste segunda-feira (1º) entre a Prefeitura e o Sindicato Campo-grandense dos Profissionais de Educação Pública (ACP).

Conforme a proposta aceita, o reajuste, para o piso de 20 horas, terá majoração de 1% sobre o vencimento base inicial de setembro e os 3,17% restantes, sobre o vencimento de novembro.

Segundo a prefeitura, o termo de compromisso firmado prevê que, caso a arrecadação municipal tenha superávit, os professores terão reajuste de mais 1% em janeiro de 2020, para compensar percentuais atrasados relativos ao piso nacional, que atualmente somam 17%.

Também ficou definido que as negociações salariais com a categoria, que este ano começaram em março, terão início em fevereiro em 2020.

“Mesmo com a dificuldade financeira enfrentada, a Prefeitura tem se esforçado para atender minimamente a categoria, por entender a necessidade de investir em algo tão importante como a Educação”, disse o prefeito Marcos Trad (PSD).

Presidente da ACO, professor Lucílio Nobre, afirmou que o acordo “mesmo que pequeno é um avanço da categoria”. Segundo ele, o reajuste representa que a categoria vai virar o ano sem regredir, como houve em anos anteriores. “Sabemos que a categoria merece muito mais, porém, frente ao cenário econômico, a manutenção dos direitos se torna indispensável para avanços futuros”, avaliou.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER