Posicionamento externo sobre queimadas pode afetar exportações em MS, diz Rose

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Deputada cobra medidas enérgicas do Governo Federal para punir autores dos focos de incêndios.

e

O comportamento do governo brasileiro em relação ao aumento das queimadas da Amazônia, que se transformou em preocupação mundial, pode afetar as exportações sul-mato-grossenses. A avaliação é da deputada federal Rose Modesto (PSDB). “Esse posicionamento externo pode afetar nosso Estado, tanto que países da União Europeia, como a França e a Irlanda, ameaçam rever o acordo comercial com o Mercosul e a Finlândia defende a proibição da importação da carne brasileira. Se forem adotadas todo o Brasil será prejudicado”, afirmou a parlamentar ao Jornal Midiamax. 

Segundo Rose, a Câmara dos Deputados irá atuar propondo alternativas ao Governo Federal e servindo de interlocutora em relação ao assunto, por meio da comissão externa criada na quinta-feira (22) para acompanhar o caso.

A preocupação manifestada por ela em relação às exportações foi a mesma externada pelo presidente da Câmara, deputado federal Rodrigo Maia, que apontou a comissão externa como forma de encontrar respostas. “É importante para mantermos forte nossas exportações do agronegócio e preservar o nosso meio ambiente”, disse o presidente.

Além das medidas tomadas pela Câmara, a deputada tucana ressaltou ser preciso que o Governo adote ‘medidas enérgicas’, como aumento de fiscalização e punição aos responsáveis pelas queimadas.

Motivações

Na avaliação dela, o debate sobre as queimadas na Amazônia e região Centro-Oeste teve entre suas motivações o anúncio feito por Jair Bolsonaro (PSL) de que iria rever regras sobre a lei ambiental e as reservas indígenas.

“As queimadas este ano estão no foco porque além destes fatores, também existem questões econômicas, já que historicamente o desmatamento na amazônia esta relacionado com a exploração econômica da área”, apontou. De acordo com ela, é preciso garantir a geração de riquezas com parâmetros que garantam a preservação.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER