Portal da Covid-19 permite que população sul-mato-grossense acompanhe número de vacinados

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Pela atualização mais recente, MS já imunizou mais de 44 mil pessoas

Brenda Machado

Numa escalada positiva em direção à transparência no enfrentamento à pandemia da Covid-19, o Governo de Mato Grosso do Sul lançou, nesta segunda-feira, o Vacinômetro.

O portal facilitará o acesso às informações referentes à vacinação no estado, deixando com que a população consiga acompanhar o número pessoas imunizadas até o momento.

Além do número de vacinados, o painel aponta o total de vacinas recebidas, a quantidade de doses aplicadas, número de aplicações das doses por grupos prioritários.

Conforme a previsão do Governo, em breve será possível também fazer a consulta por laboratório fornecedor.

Os dados que abastecem a plataforma são retirando do Data SUS 2020 e, de acordo com o secretário estadual de Saúde (SES), Geraldo Resende, “o painel é público.”.

Até o momento, Mato Grosso do Sul já recebeu 190.746 vacinas contra a Covid-19, sendo doses da CoronaVac e da AstraZeneca/Oxford.

Lembrando que a CoronaVac será usada para garantir as duas aplicações de cada vacinado, com o quantitativo, cerca de 46.152 pessoas já foram imunizadas.

O número corresponde a 40,79% do grupo prioritário da fase 1 da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus. Já em relação ao número de habitantes do estado, os vacinados representam 1,64% da população geral.

Especificando as doses aplicadas, os trabalhadores de saúde são o maior grupo imunizado com 26.400, na sequência vêm os indígenas aldeados com 18.058 doses aplicadas.

Logo depois, os idosos em Instituições 1.534 e, por último, deficientes institucionalizados com 160 aplicações.

As informações apresentadas pelo Vacinômetro foram coletados entre os dias 18 e 29 de janeiro.

De acordo com o coordenador da Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTEC) da SES, Marcos Espíndola de Freitas, a plataforma ainda passará por alterações, e isso irá acontecer conforme o Ministério da Saúde abrir a vacinação para os próximos grupos.

“Numa segunda versão, nós teremos acesso à conexão do sistema nacional – que está em fase de testes pelo Ministério – onde será possível saber qual dose recebida, quando e onde foi vacinado. Teremos acesso direto aos bancos de dados do sistema federal, com atualizações em tempo real”, destacou.

Ainda segundo Freitas, o sistema é recente e as pessoas precisam ter cautela na hora de analisar os dados, já que todas as informações dos municípios, recebidas pela Secretaria, são checadas antes da postagem. “Nós queremos garantir que a publicação seja a mais fidedigna possível,”, completou.

Destaque

No fim da semana passada, os esforços do Governo de Mato Grosso do Sul foram reconhecidos nacionalmente. Em horário nobre, o telejornal mais assistido do país citou o estado como sendo o que mais vacina em todo Brasil.

Até então, Mato Grosso do Sul tinha taxa de 1,57% de vacinados.

Ainda entre os Top 5 do país estavam  Distrito Federal (1,45%), Roraima (1,43%), Rio Grande do Sul (1,27%) e Espírito Santo (1,25%).

Falando de números absolutos, o estado já recebeu três lotes das vacinas. O primeiro lote com 158,7 mil doses da vacina Coronavac em 18 de janeiro, o segundo lote chegou em 24 de janeiro com 22 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford.

Já o terceiro lote, e mais recente, desembarcou em 25 de janeiro, com 10,2 mil doses da vacina Coronavac produzidas no Brasil.

Lembrando que durante a primeira fase serão imunizados os idosos com mais de 60 anos que moram em instituições como casas de repouso, além de indígenas e trabalhadores da área da saúde que estão na linha de frente contra a pandemia de Covid-19.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER