Policiais federais fazem buscas em casa para apurar fake news

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

No local, foram apreendidos HDs externos e celulares para apurar de perfis falsos nas redes sociais durante a campanha eleitoral

Viviane Oliveira e Bruna Pasche

mandados de busca e apreensão em uma casa da Rua Ciríaco Maymone, na Vila Bandeirantes, em Campo Grande. A ação é para apurar perfis falsos nas redes sociais e vinculação de notícias mentirosas durante a eleição.

No local, foram apreendidos HDs externos e celulares, mas o nome do dono do imóvel não foi revelado pelos policiais.

A ordem foi expedida pela 48º Zona Eleitoral de Chapadão do Sul. Detalhes sobre a investigação não foram repassados. Funcionário de 52 anos de uma oficina da região disse que o proprietário alvo da ação “trabalha com reportagem”. Na residência, ninguém atendeu a equipe do Campo Grande News.

A polícia foi recebida pela mulher do dono, mas não se identificou para a reportagem.

No mês passado vários mandados de busca e apreensão de computadores foram cumpridos para investigar a instalação de uma “central de fake news” durante a campanha.

Um dos cumprimentos de mandado de busca e apreensão foi na casa e escritório do publicitário Júlio Cabral, autorizado pela Justiça Eleitoral a pedido da coligação do candidato Reinaldo Azambuja (PSDB), que denunciou a existência de locais especializados na produção de notícias falsas para atingir o governador.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER