“O ninho tucano vai estar em consenso na estadual”, garante Carlos Assis

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Chefe de gabinete do governador defende que deputados tenham conversas para decidir o que é melhor para a legenda

Apesar do embate entre os deputados federais Beto Pereira (PSDB) e Rose Modesto (PSDB), a escolha do novo presidente do diretório regional do partido será feita em consenso. É o que acredita o chefe de gabinete do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), Carlos Alberto de Assis.

“A tradição no ninho tucano é não ter disputa, como nós fizemos com a municipal de Campo Grande agora com o consenso no nome do João César Mattogrosso. E acho que o ninho vai estar em consenso na estadual também”, avaliou.

Para isso, Assis defende que os concorrentes tenham em mente que a prioridade são os interesses da legenda. “Vão ter que sentar numa mesa e decidir o que é melhor. Acho que vai haver um entendimento entre os dois. São inteligentes, são preparados para não haver disputa”, disse, destacando que ambos são nomes de valor, deputados federais com expressivas votações.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) também tem repetido o discurso de maturidade na escolha de um nome consensual para evitar eventual racha no partido, embora não descarte uma disputa voto a voto.

“Não necessita o governador para buscar o consenso. Acho que o partido terá maturidade da escolha de um nome consensual entre um e outro que evite uma disputa, um racha. Agora, se tiver que ter disputa também, aí é o voto que vai decidir quem será”, avaliou, lembrando que desde 1995 a legenda não registra embates internos na escolha do comando do diretório regional.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER