Nicanor Lima assume presidência do TRT/MS com foco na conciliação

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Primeira gestão do desembargador aconteceu em 2005/2006

ALINE OLIVEIRA

O desembargador, Nicanor de Araújo Lima, foi oficialmente empossado nesta segunda-feira (17), como presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT/MS), no biênio 2019/2020. Ele assume pela segunda vez a gestão com objetivo de intensificar os processos de conciliação entre empregadores e trabalhadores, do estado de Mato Grosso do Sul.”Na gestão que se encerra fui coordenador do núcleo de conciliação da vara de 2º grau e conseguimos avanços importantes. Nos anos de 2017 e 2018 obtivemos um índice de 70% nas conciliações realizadas e um exemplo que posso citar aconteceu no município de Anaurilândia, no qual em um só acordo concluímos 113 processos”, relembra o novo presidente.

Segundo Lima, a nova gestão também terá desafios como administrar a estrutura com redução considerável no orçamento, que foi reduzido nacionalmente em 30%. “Enfrentamos tempos de escassez, então teremos que fazer muito com pouco. Porém, é na dificuldade que despertamos a criatividade para trabalhar”, argumenta bem-humorado.

O desembargador João de Deus Gomes de Souza fez um balanço da gestão que completa dois anos. “Assumimos a presidência do TRT/MS com foco um trabalho focado na justiça social, já que a missão da justiça do trabalho é dirimir o conflito entre patrão e empregado. Também realizamos um trabalho de conscientização com a sociedade, a fim de compreendessem os benefícios da solução amigável”, observa.

MAIS PROJETOS

O novo presidente do TRT/MS  apontou outra prioridade de sua administração que é ter uma atenção especial ao processo de execução de sentenças. “Muitas vezes o cumprimento da sentença esbarra nas dificuldades de execução, seja por meio de penhora ou leilão de bens. Como o processo só se completa com a entrega do bem, temos objetivo de impulsionar o cumprimento da justiça”, conclui.

Na avaliação do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), convidado de honra da cerimônia, o trabalho bem feito realizado pela Justiça do trabalho terá continuidade na próxima gestão. “Não tenho dúvidas que as prioridades e parcerias do TRT continuarão no mesmo ritmo de eficiência”, reforçou.

Na oportunidade foram empossados também: o desembargador Ricardo Geraldo Monteiro Zandona no cargo de Ouvidor e o desembargador Francisco das Chagas Lima Filho no cargo de Diretor da Escola Judicial. O desembargador Amaury Rodrigues Pinto Junior assumirá a vice-presidência do TRT/MS.

 

Foto Luiz Alberto / Correio do Estado

 

Print Friendly, PDF & Email
HIPER