Nelsinho é cotado para ‘reforma ministerial’ de Bolsonaro em 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Senador do Maranhão também é citado com um possível nome para um ministério

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) está sendo cotado para assumir o comando de um dos 22 ministérios do governo (sem partido) em uma possível “reforma ministerial” no início de 2021. Atualmente, Trad é presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado.

A informação é do colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim, publicada nesta segunda-feira (9). “Entre os nomes cotados, Nelsinho Trad (PSD-MS), que deixará a presidência da Comissão de Relações Exteriores em fevereiro […]”, diz um trecho da publicação.

Ao Jornal Midiamax, Nelsinho não confirmou a “especulação” sobre um acerto dele com Bolsonaro, mas foi enfático ao dizer: “porém, onde há fumaça, pode ter fogo”, se referindo possivelmente ser convidado para assumir o cargo máximo em um ministério.

A frente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, Trad representou o Congresso Nacional na missão especial a cidade de Beirute, no Líbano, após a explosão no porto em 4 de agosto deste ano. O senador também integrou, ao lado de Bolsonaro, a comitiva que fez uma viagem aos Estados Unidos, onde houve jantar com o então presidente .

Outro nome citado pelo colunista é o do senador Roberto Rocha (/MA), com “quem Bolsonaro tem se aproximado para tentar fortalecer uma oposição no estado [do Maranhão] ao governador comunista Flavio Dino [PC do B], seu desafeto pessoal”, finaliza o texto.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER