‘Namoro tão midiático só atrapalha’, diz Bruna Marquezine

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Bruna Marquezine falou sobre algumas pessoas relacionarem seu sucesso com ter sido namorada do jogador Neymar em entrevista à revista “GQ Portugal”. A atriz divulgou trechos da reportagem em seu Instagram neste sábado (19).

“Eu comecei a atuar com 5 anos, todas as minhas grandes conquistas vieram através do meu esforço, do meu trabalho, do trabalho da minha equipa e da minha determinação. As pessoas preferem só enxergar dessa maneira, para justificar a incapacidade delas. Se você parar para pensar, do ponto de vista artístico, um namoro tão midiático só atrapalha. Para críticos de arte, um namoro com tanta exposição não é visto com bons olhos”, declarou Bruna.

Ela também revelou ter se tornado feminista com o tempo e com as experiências e disse já ter sido assediada enquanto estava trabalhando.

“Muitas vezes me senti desrespeitada, muitas vezes, no momento em que aconteceu, eu não percebi a gravidade daquilo que estava acontecendo, mas anos depois, já com entendimento, comecei a perceber quantas coisas eu tinha deixado passar. E o quanto essas coisas me feriram, sem que eu percebesse. Principalmente neste meio. Num set de gravação normalmente a maioria dos profissionais são homens, então eu já me senti muitas vezes assediada sem perceber. Houve coisas que já me traumatizaram e hoje eu sei que era assédio”, contou Marquezine.

A atriz ainda desabafou sobre relacionamentos abusivos: “Eu já achei que ter um parceiro que controlava um pouco o que eu vestia era uma forma de mostrar que ele estava com medo de me perder e isso era amor. Mas por experiência própria, eu vi o quanto isso era tóxico. O quanto isso nos vai limitando e distanciando da nossa essência”.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER