Marun diz que vai continuar dando encaminhamentos na construção de ponte

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Autorização da licitação foi assinada hoje

IZABELA JORNADA

O ex-ministro de governo Carlos Marun declarou que mesmo não podendo estar atuando diretamente no corpo de conselheiros da Itaipu Binacional, ele vai dar continuidade aos encaminahentos para a construção da ponte sobre o Rio Paraguai. Marun esteve presente durante autorização da licitação do governo paraguaio para a construção da ponte. O projeto vai interligar os municípios de Porto Murtinho e Carmelo Peralta.

Em março deste ano, o desembargador, Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª região, decidiu que ministros de Estado não podem participar de conselhos de administração de estatais. Por isso, Carlos Marun não pôde integrar o conselho da Itaipu Binacional. “Desde o início incentivei a realização desse projeto e quero auxiliar a fim de que se transforme em realidade o mais rápido possível”, destaca.

Sobre a decisão do TRF/4, Marum reforça que o prazo de impedimento termina em agosto, e então retomará as funções normais no conselho.

ASSINATURA

Na manhã deste sábado (20) o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, esteve em Carmelo Peralta participando da autorização, feita pelo governo paraguaio, da licitação da obra.

Durante ato de lançamento da licitação, em Carmelo Peralta, pelo presidente paraguaio Mário Abdo Benítez, o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) entregou o estudo de impacto ambiental da obra.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER