Felipe destaca importância de cadastro para livrar MS da vacina contra aftosa

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

O deputado estadual Felipe Orro entende que o Programa de Atualização do Cadastro da Agropecuária e do Estoque de Animais Bovinos e Bubalinos (PROACAP) é de fundamental importância para a retirada da vacinação contra a febre aftosa dos rebanhos de Mato Grosso do Sul até o ano de 2021. O projeto foi aprovado na sessão desta terça-feira (30) pela Assembleia Legislativa, após intensa articulação que contou com a participação ativa do parlamentar.

“A retirada da vacina é um atestado de maturidade do campo, a certeza de que estamos livres da ameaça da doença e seguindo todos os protocolos internacionais e nacionais de sanidade animal. A carne terá mais valor e novos mercados se abrirão. Mas isso só vai acontecer após o Estado saber exatamente onde está e como é cuidado cada animal. Um rastreamento rigoroso”, disse Felipe.

Conforme a proposta, a prestação das informações fará com que a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (IAGRO) e a Secretaria de Estado de Fazenda (SEFAZ) possam ter acesso a dados precisos e compatíveis com a realidade, no que se refere ao estoque de animais nos estabelecimentos e aos dados cadastrais atualizados dos produtores e propriedades rurais.

“O Estado tem eficiência em defesa sanitária animal, o que libertou nossos rebanhos da febre aftosa. O selo sanitário livrando a obrigatoriedade da vacinação trará mais segurança aos compradores de nossas carnes, que são de ótima qualidade. Isto nos colocará em outro patamar, abrindo mercados para a exportação de toda produção agropecuária do Mato Grosso do Sul para o mundo”, garante o deputado.

O programa atende às exigências do Plano Estratégico 2017-2026, do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa e incentiva os produtores em situação irregular a atualizarem seus estoques perante os órgãos e entidades estaduais competentes.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER