Fábrica de salgados é interditada por má condições de higiene

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Carne podre era usada no preparo de alimentos e havia baratas no local

GLAUCEA VACCARI

Fábrica de salgados que funcionava anexa a um supermercado no Jardim Itamaracá foi interditada hoje pela Vigilância Sanitária, por péssimas condições de higiene, em Campo Grande.

Fiscais do Serviço de Fiscalização de Alimentos foram até o local após o recebimento de denúncias anônimas e constataram as irregularidades.

Documento de interdição do local aponta que a fábrica já havia sido interditada no ano passado pelo mesmo problema e as condições de higiene não mudaram nesta nova vistoria. Desta forma, foi constatado que os proprietários, além de não cumprirem as exigências solicitadas na vistoria anterior, reabriram o local sem autorização.

Na fábrica, a farinha usada na produção estava ensacada e encostada em parede mofada, configurando irregularidades no acondicionamento. A manipulação do alimento também era inadequada, sem as mínimas condições sanitárias, segundo a Vigilância.

Banheiros usados pelos funcionários davam acesso ao memo local onde eram preparados os salgados e não tinham produtos para a higienação das mãos.

Também foram encontradas várias baratas no estabelecimento e carnes com coloração e odor alterados sendo usadas na produção dos alimentos.

Diante das constatações, foiram lavrados o Auto de Infração e Termo de Interdição. O local deve permanecer fechado até que todos os problemas sejam sanados e a situação regularizada.

A Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo (Decon) também foi acionada por conta da violação do rompimento da interdição anterior.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER