Em ato por Bolsonaro, motociclistas circulam sem capacete perto de guardas municipais

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Por lei, transgressão quando flagrada custa quase R$ 300 e perda de pontos na CNH

Celso Bejarano

O ato de apoio à candidatura de Jair Bolsonaro, do PSL, que juntou uma multidão neste domingo (21) nos altos da avenida Afonso Pena, em Campo Grande, mostrou uma postura falha no policiamento de trânsito.

A carreata que enfileirou carros e motocicletas em trecho que ia do shopping Campo Grande até a cidade do Natal, já no Parque dos Poderes, era acompanhada por viaturas da Guarda Municipal e Polícia Militar.

Logo no início da carreata, o TopMidiaNews flagrou três motociclistas que acompanhavam o evento sem o capacete. E perto de uma viatura da Guarda Municipal.

O uso do capacete é obrigatório tanto para os motociclistas quanto para passageiros.

Do contrário, a multa para a transgressão é pesada: quase R$ 300, pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e ainda a suspensão do direito de dirigir.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER