É competitivo, diz Nelsinho sobre nome de Delcídio para eleições de 2020

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Eventual candidatura de Delcídio ‘torna mais fascinante o embate’

Ao que tudo indica, a disputa pela sucessão de Marquinhos Trad (PSD) na prefeitura de Campo Grande deve ser acirrada e movimentar nomes tradicionais da política sul-mato-grossense. Um deles é do ex-senador Delcídio Amaral, que pode trocar o PTC pelo PTB, visando concorrer ao comando do Executivo Municipal em 2020.

Depois do presidente estadual da sigla, Neno Razuk (PTB), anunciar que “o diálogo está aberto” com o ex-ministro de Minas e Energia, outro ex-dirigente da sigla avalia que eventual candidatura de Delcídio poderia “tornar ainda mais fascinante o embate” ao Paço.

Senador, Nelsinho Trad – agora no comando estadual do PSD, de Marquinhos – avalia que o retorno de Delcídio à vida política seria natural, já que “ele não está morto”. Diz, ainda, que o nome do ex-congressita seria competitivo em cenário de eventual disputa.

“Acho ele competitivo. Uma pessoa que tem história, um legado de trabalho, homem reconhecido por grande parte da população de Mato Grosso do Sul e torna ainda mais fascinante o embate”, analisa.

Absolvição

Em maio de 2016, Delcídio teve o mandato de Senador cassado por 74 votos a favor, tornando-o inelegível. O ex-senador também é réu em ação por suposta corrupção na compra de Pasadena pela Petrobras.

Em julho de 2018, foi absolvido pela Justiça Federal e registrou candidatura a uma vaga no Senado Federal, mas teve o registro indeferido pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul).

Print Friendly, PDF & Email
HIPER