Depois de ter ouvido representantes da sociedade, prefeito fará decreto de prevenção à Covid-19 em Coxim

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Aconteceu na manhã desta quinta-feira na Câmara Municipal de Coxim uma reunião com a participação de autoridades municipais, civis e militares para elaborar um novo decreto com medidas preventivas serem implantadas no município para contenção à Covid-19. Coxim está na bandeira vermelha do Prosseguir, programa que estuda dados e elabora decisões de combate à propagação da doença no Estado de Mato Grosso do Sul.

Foi um momento importante, onde a prefeitura pode ouvir vários segmentos da sociedade para então planejar este novo decreto, foram ouvidos comerciantes, empresários, comerciantes, vereadores, líderes religiosos, secretários do município, entre outros. Cada um dando a sua contribuição para que sejam tomadas decisões de forma participativa e coesa, que não prejudique a economia do município e nem comprometa a saúde da população.

O prefeito Edilson Magro destacou que não adianta o poder público fazer decretos e proibir as coisas se a população não tiver consciência da situação: “Faremos o decreto sobre a COVID 19, mas o que realmente valerá é a consciência do povo. Não se aglomerem, respeitem os protocolos. Lembre-se que, aglomerando, estará causando perigo para si, mas também aos seus entes queridos, pois ao voltar para casa, estará em contato com seus familiares. ”

No decreto que deve ser publicado nesta sexta-feira (25), muitas atividades estarão liberadas, pois se pensou muito na economia e principalmente na manutenção do emprego dos informais. “Prevalecerá o direito dos músicos e artistas, não fecharemos ranchos e vamos flexibilizar os atendimentos nos comércios. No entanto, que todos ajudem com os protocolos de distanciamento e não façam aglomeração. ” Pontuou o prefeito.

Essa reunião foi muito importante, mais uma vez a prefeitura buscou ouvir os segmentos antes de tomar decisões que possam impactar na vida social e econômica das pessoas. Agora todas as informações colhidas através dos relatos e pontuações serão usadas para a elaboração do decreto municipal que será publicado depois de passar pela apreciação da procuradoria do município, da equipe de saúde pública e pelo poder executivo.

onte: Augusto Marques

Print Friendly, PDF & Email
HIPER