Dagoberto revoga carta e diz que Jamilson agora é obrigado a ficar no PDT

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Após receber autorização para saída, deputado estadual disse que não havia feito nenhum pedido.

e

O presidente regional do PDT em Mato Grosso do Sul, deputado federal Dagoberto Nogueira, informou ter revogado a carta que liberava a desfiliação do deputado estadual Jamilson Name (PDT) após o parlamentar dizer que não havia pedido para sair.

Segundo Dagoberto, com a desautorização Jamilson agora terá de permanecer na legenda. “Como ele está dizendo que fui eu é que expulsei e eu não quero expulsá-lo, e eu não expulso ninguém do PDT, eu revoguei a carta, revoguei o ato. E agora ele é obrigado a ficar no PDT”, declarou ao Jornal Midiamax.

A carta de autorização foi entregue, segundo Dagoberto, nas mãos do pai de Jamilson após pedido do parlamentar para deixar a legenda. Mas, a versão não é a mesma contada pelo deputado estadual, que reclamou à imprensa ter recebido a carta do presidente regional mesmo sem ter feito nenhum pedido de desfiliação.

Ele ainda alfinetou Dagoberto dizendo que o deputado federal estaria com medo da concorrência, por conta de seu desejo de disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados. Depois do episódio, Jamilson chegou a comentar ter recebido convites de quatro partidos que estariam de olho em sua saída do PDT.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER