Crise no Planalto não vai atrapalhar votação da reforma da Previdência

0

Deputados estaduais e federais acreditam na aprovação de projetos do Governo

A crise no Planalto que resultou na demissão do ministro da Secretaria de Governo, Gustavo Bebianno, agravada com vazamento de áudios das conversas dele com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), não deve atrapalhar a votação da reforma da Previdência. É o que esperam os deputados estaduais e federais de Mato Grosso do Sul por entenderem que a aprovação é de extrema importância para reequilibrar as finanças do País. A preocupação deles, no entanto, é com a desorganização da base governista no Congresso Nacional.

“Enfraquecer não vai, mas ele (o governo) vai sofrer desgaste”, afirmou o deputado estadual Neno Razuk (PTB) ao comentar sobre a crise instalada no governo por causa do ministro Gustavo Bebianno.

Ele acha até natural o desgaste por ação da oposição e defendeu o discurso de deixar o presidente Bolsonaro agir para não atrapalhar o País. “Temos que deixar o governo mostrar para que veio”, ressaltou.

Outro deputado estadual Evander Vendramini (PP), também, acredita em desgaste do governo, mas não a ponto de atrapalhar a votação da reforma da Previdência. “Todos entenderam que é para o bem da Nação
(a reforma)”, afirmou.

*Adilson Trindade e Yarima Mecchi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here