Com presidência pacificada, deputados travam ‘guerra’ pela 1ª secretaria na ALMS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Grupo aposta em Londres Machado para a função

Rodson Willyams

O grupo chamado de G10, compostos por ‘novos’ deputados que deverão compor a próxima legislatura na Assembleia, quer ocupar espaços maiores dentro da Mesa Diretora.

Como a presidência já tem quase certa a indicação de Paulo Correia (PSDB), o grupo quer comer pelas ‘beiradas’ e pegar a 1ª secretaria, responsável pelo orçamento da Casa de Leis. Em outras palavras, a função de administrar o dinheiro da Casa de Leis.

Segundo o deputado eleito Coronel David (PSL), o grupo quer espaço. “Nós queremos ocupar espaço na Mesa Diretora, ocupar a 1ª secretaria. Nosso grupo vai fazer força para ocupar”.

O grupo que começou com seis parlamentares agora chega a 10. “Antonio Vaz (PRB) e Londres Machado (PSD) estão no nosso grupo. Mas podemos ter de 11 a 12 parlamentares”, diz David mantendo o mistério.

Londres Machado dá força para o G10, explica o Coronel. “Veio para ajudar o nosso grupo. Nós tínhamos algumas formulações, alguns propósitos e, com o Londres, agora temos a possibilidade de finalizar”.

O grupo aposta que Londres Machado possa ocupar o cargo que atualmente é comando por Zé Teixeira (DEM). Mas não vai ser fácil. Zé já disse que não vai sair da função e trabalha para conseguir apoio dos demais colegas e de outras bancadas.

O G10

O G10 é formado pelos deputados: Herculano Borges (SD), Lucas de Lima (SD), Evander Vendramini (PP), Gerson Claro (PP), Carlos Alberto David dos Santos (PSL), Neno Razuk (PTB), João Henrique Catan (PR) e Renan Contar (PSL). Somando Antonio Vaz (PRB) e Londres Machado (PSD).

Print Friendly, PDF & Email
HIPER