Com dois do MDB, Reinaldo já tem 18 deputados na base aliada na Assembleia para 2019

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Pelo partido de André Puccinelli só falta a definição de Márcio Fernandes

Thiago de Souza

Ao menos 18 deputados estaduais eleitos e reeleitos já se abrigaram na base aliada do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para a próxima legislatura. O ninho tucano na Casa de Leis pode aumentar para 19 parlamentares, caso o emedebista Márcio Fernandes decida seguir com o governo.

Os eleitos e reeleitos pela coligação capitaneada pelo PSDB são: Capitão Contar e Coronel David, ambos (PSL), os tucanos Rinaldo Modesto, Marçal Filho, Onevan de Matos e Paulo Correa.

Pelo democratas foram reeleitos Barbosinha e Zé Teixeira. No Solidariedade a coligação elegeu Lucas de Lima e reelegeu Herculano Borges. Gerson Claro e Evander Vendramini chegaram pelo Progressistas. Lídio Lopes entrou pela cota do Patriotas, Neno Razuk pelo PTB e Londres Machado pelo PSD.

Na oposição devem ficar Pedro Kemp e Cabo Almi (PT), Jamilson Name (PDT) e Antônio Vaz (PRB).

Apesar do MDB ter apoiado Odilon de Oliveira (PDT), adversário de Reinaldo Azambuja, os emedebistas Renato Câmara e Eduardo Rocha apoiaram a reeleição do governador. Pelo partido, só falta a decisão de Márcio Fernandes.

”Nós já conversamos e acho que ele vai ficar com a gente”, apontou o deputado Eduardo Rocha. Tentamos contato com Fernandes, mas ele não atendeu as ligações.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER