“Brasileiro quer trabalho, não fofoca”, diz Contar sobre vazamento de conversa

0

Ex-juiz Sérgio Moro e procurador Deltan Dallagnol trocaram mensagens sobre rumo das investigações da Lava Jato

O deputado estadual Renan Contar (PSL) diz que o “brasileiro quer ver trabalho”, quando indagado sobre as conversas que implicam o ex-juiz Sérgio Moro e o procurador do MPF (Ministério Público Federal) Deltan Dallagnol e se as revelações afetam o processo que condenou o ex-presidente Lula (PT).

“Não prejudica. O brasileiro quer ver trabalho, não fofoca. Eu quero ver trabalho, está chato ver as notícias hoje em dia. Queremos resultado, olhar daqui para frente”. O parlamentar afirma que acredita na “seriedade do trabalho” desempenhado por Moro.

A reportagem indagou, novamente, se o deputado não vê problema na relação entre quem elabora a denúncia e quem a julga. Respondeu que “não vê” e que “quer trabalho”.

Mensagens atribuídas ao ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, e ao procurador Deltan Dallagnol, foram divulgadas pelo Intercept Brasil, no domingo (dia 10). O conteúdo mostra que ambos trocavam colaborações quando integravam a força-tarefa da Lava Jato, por meio do Telegram – aplicativo de troca de mensagens.

Entre vários diálogos sobre decisões e rumos da investigação, há dúvidas de membros do MPF quanto à denúncia contra Lula, cuja sentença o levou à prisão. O procurador Dallagnol afirmou em um grupo que tinha receio sobre pontos da peça, por exemplo, quanto à relação entre os desvios na Petrobras e o enriquecimento ilícito. Mesmo assim, quatro dias depois a denúncia contra o ex-presidente foi apresentada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here