Bernal aposta que Rose permanece no PSDB e será que vice de Marquinhos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Deputada havia sido apontada por progressistas como nome para presidência do partido.

Após deputados progressistas revelarem que seguravam a presidência do PP em MS aguardando definição da deputada federal Rose Modesto (PSDB), o ex-presidente regional do partido Alcides Bernal (PSDB) disse que ela permanecerá no ninho tucano e será indicada vice na chapa à reeleição do prefeito Marquinhos Trad (PSD).

“Acho que ela não sairá do partido dela, vai perder tudo que ela tem no Governo. O irmão na Assembleia [deputado estadual Rinaldo Modesto, PSDB] também não vai admitir. Acho que a Rose vai ser a vice do Tradeca (sic) [Marquinhos Trad]”, alfinetou Bernal.

Publicamente, a parlamentar tem reiterado que não poderá compor a chapa do PSD, apesar do compromisso assumido pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) de apoiar a reeleição na Capital. Questionada sobre a fala dos progressistas, ela afirmou ao Jornal Midiamax não existir tratativa sobre o assunto.

Em 2016, a tucana foi adversária de Marquinhos e já demonstrou interesse em disputar novamente a prefeitura. Para Bernal, contudo, ‘quem manda é o Reinaldo’ e prevalecerá o compromisso assumido pelo governador. Outra aposta de Bernal para a composição com Marquinhos é da indicação do chefe de gabinete Carlos Alberto de Assis (PSDB) como vice-prefeito.

Futuro do PP

Sobre os planos futuros, Bernal disse que sonha em ser deputado federal pelo PP. Entretanto, não descarta disputar a prefeitura no ano que vem. “Mas não decidi. Tenho 40 pré-candidatos a vereadores”, afirmou.

Ele também disparou contra correligionários dizendo que os deputados progressistas não podem impedir sua eventual candidatura e que têm seus mandatos garantidos. A avaliação é a mesma para os três vereadores do PP que, segundo Bernal, têm assegurada a participação na disputa.

Sobre a possibilidade de ter a candidatura impugnada, como ocorreu nas últimas eleições, ele diz que irá ‘fazer sua parte como cidadão’ defendendo o melhor para os campo-grandenses.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER