Azambuja tratará demissão de funcionários comissionados com secretários

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Decreto repetirá a mesma base usada há quatro anos

IZABELA JORNADA

Ainda em sua primeira fala depois da posse para a nova gestão para a qual foi reeleito, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) antecipou que um dos assuntos a serem tratados com os secretários na primeira reunião administrativa, que acontece na manhã desta quarta-feira (2), é mudanças no quadro do funcionalismo. De forma clara, as demissões em cargos não concursados.

“É normal que agora façamos demissão coletiva de todos os cargos de confiança e determine um prazo às secretarias, autarquias e fundações que recontretarem os que vão continuar. Isso é praxe no inicio de todo governo e nos proximos dias deve ser publicado no Diário Oficial”, disse.

Segundo Azambuja, o número de funcionários a saírem já está decidido.

Temos perto de 1.900 comissionados que estão no efetivo exercício de suas funções. Esses vão ser exonerados, mas muitos vão continuar. A própria estrutura administrativa vai realocando. Isso já tem decreto formatado. Já foi assim quatro anos atrás e vamos repetir isso pra fazer a reestruturação administrativa”, disse.

Ainda de acordo com o governador, durante a entrevista coletiva, promoções e mudanças de funções aprovadas pela Assembleia Legislativa serão cumpridas sem aumento das receitas com pessoal. A conta será mostrada aos secretários no encontro.

“Essa será uma das minhas primeiras medidas. A primeira é fazer reorganização adm dentro do que a Assembleia aprovou. Somos a menor estrutura administrativa do País e agora vamos fazer readequação pela nova estrutura aprovada”, disse.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER