Azambuja tenta elevar nota de MS para captar R$ 155 milhões

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Governo quer elevar classificação fiscal, que hoje é C, para nota B ou A

O Tesouro Nacional (STN) vai priorizar a revisão da capacidade de pagamento para que o governo do Estado possa viabilizar empréstimos com aval da União a fim de realizar obras rodoviárias e de infraestrutura. O objetivo é elevar de C para B ou A a classificação da situação fiscal do Estado e dessa maneira aumentar o valor disponível, que hoje está em R$ 155,4 milhões.

Para isso, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) solicitou ontem ao secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Facundo de Almeida Júnior, agilidade na revisão. Azambuja também se encontrou com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorezoni, e reforçou o pedido.

No documento entregue, é enfatizado que Mato Grosso do Sul cumpriu a meta fiscal estipulada no Programa de Reestruturação e Ajuste Fiscal (PAF) “no exercício de 2018, bem como a limitação das despesas primárias correntes, estabelecidas no art. 4º da Lei Complementar nº 156/2016”.

*Clodoaldo Silva.

Print Friendly, PDF & Email
posto
HIPER