André Puccinelli será candidato ao Governo de MS em 2022, garante Carlos Marun

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Ex-ministro voltou a dizer que aceita qualquer função ao lado do ex-governador do Estado

e

Alegando “overdose” da política, o ex-ministro Carlos Marun reafirmou que não vai participar da eleição do ano que vem, mas que voltará ao cenário político em 2022, quando o ex-governador André Puccinelli (MDB) sairá candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul.

“Na de 2022, principalmente em André sendo candidato, eu tenho certeza que será, ele pode contar comigo. Quero ser um sargento do Exército para levar André de volta ao comando do Estado”, afirmou Marun durante agenda em Campo Grande, nesta quinta-feira (dia 18).

Carlos Marun descarta possibilidade, por enquanto, de disputa de Puccinelli para prefeito de Campo Grande, no ano que vem. “Não está nos planos dele, eu até penso diferente, porque ele é nosso candidato natural”. Contudo, até agora, afirma o ex-ministro, não há “sinal algum” de que o ex-governador tenha pretensão de disputa no município. “Até porque ele está fazendo uma agenda estadual, de visitas nas cidades”.

Mesmo sem a principal liderança emedebista como candidato em 2020, o partido terá nome de gente “com vontade” de tentar ocupar o cargo de prefeito da Capital. Quanto às suas pretensões, Marun diz que dependerá do projeto político do MDB em 2022. “O que ele [Puccinelli] achar que é melhor que eu dispute, seja para deputado federal, estadual, ou, ainda, como coordenador de campanha”.

O ex-governador tentou voltar ao comando de MS, em 2018,  quando chegou a anunciar oficialmente seu nome. Contudo, antes de fato começar a campanha e ir às urnas, foi preso em decorrência das investigações da Lama Asfáltica, em 20 de julho. Ele permaneceu na cadeia por cinco meses.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER