Justiça ouve testemunhas de acusação contra PM envolvido na ‘Máfia dos Cigarreiros’

0
34
foto Topmidia

Segundo sargento da Polícia Militar Ricardo Campo Figueiredo está preso

Kerolyn Araújo

Três testemunhas de acusação do caso do segundo sargento da Polícia Militar, Ricardo Campo Figueiredo, suspeito de integrar a ‘Máfia dos Cigarreiros’, foram ouvidas na tarde desta terça-feira (5), pelo juiz Alexandre Antunes da Silva, no Fórum de Campo Grande.

Segundo informações apuradas pelo TopMídiaNews, foram ouvidos nesta tarde o Promotor de Justiça Fernando Martins Zaupa, uma delegada civil e uma terceira pessoa que não foi identificada.

A audiência durou aproximadamente uma hora e foi acompanhada por promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), além de um grupo de cinco policiais militares que integram a junta militar. O irmão de Ricardo também esteve presente no local acompanhando os advogados de defesa do sargento.

O caso

Ricardo foi um dos militares preso na Operação Oiketikus, que investiga o envolvimento de policiais no contrabando de cigarros. Ele teve um habeas corpus concedido no dia 19 de maio, porém a decisão foi revogada pelo Tribunal de Justiça.

O segundo sargento segue preso no Presídio Militar da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here