Empréstimo servirá para construir de pontes e recuperar rodovias

0
35

Estado quer emprestar R$ 254 milhões da Caixa Econômica Federal

LUCIA MOREL E DANIELLA ARRUDA

Os R$ 254 milhões que o governo do Estado quer emprestar da Caixa Econômica Federal (CEF) servirá para construção de pontes de concreto e pavimentação de sete  rodovias. Somente para pontes, serão R$ 30 milhões, e o restante para as estradas.

Mesmo estando impedido de contrair empréstimos que precisem de aval da União – devido nota C aplicada pelo Tesouro Nacional -, o Estado afirma que o acordo com a Caixa não possui qualquer impedimento.

“A nota C é impeditivo para empréstimos que dependem do aval da União. Esse empréstimo com a Caixa é sem aval da União. É com garantia do Fundo de Participação dos Estados, até porque nós temos um bom rating de pagador com a Caixa, então isso não impede. O Tesouro Nacional precisa dar só o acordo, não é o aval, e tem dado a vários Estados”, garantiu o governador Reinaldo Azambuja em coletiva pela manhã.

Segundo o governador, as pontes previstas para serem construídas já têm projeto executivo prontos ou em andamento.

Sobre as rodovias, as sete que receberão pavimento são entre Aquidauana e o Ditrito de Taunay; Iguatemi a Japorã; Costa Rica a Figueirão; Cabeceira do Apa a Antônio João; Guia Lopes da Laguna a Copo Sujo (Costa Rica) e Laguna Carapã a Amambai.

SANEAMENTO  E ESGOTO 

O Estado também quer firmar empréstimo no programa Avançar Cidades. “A gente vai aumentar praticamente 32 cidades ao nível de 80% de coleta e tratamento, porque nós estamos aproveitando as cidades onde já se tem aquilo que se chama etapa útil”, sustentou Azambuja. O pograma, segundo o givernador, “é direto com o Caixa para a empresa de saneamento”.

Sobre a Parceria Público-Privada (PPP) com a empresa Aegea de Saneamento, o chefe do Executivo afirmou que “a gente espera finalizar (a PPP) no ano que vem. Está nas etapas finais. Agora nós estamos finalizando a proposta para assinatura do edital e a publicação desse edital”, garantiu.

*Colaboraram Yarima Mecchi e Rafael Ribeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here