Prefeito deixa MDB por partido não “olhar” para município e se filia ao PSDB

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Ato de filiação do gestor de Anaurilândia aconteceu na noite de quarta-feira (31)

Após anos de filiação no MDB, o prefeito de Anaurilândia, Edson Takazono decidiu trocar de partido e agora é o novo filiado do PSDB em Mato Grosso do Sul. A mudança aconteceu na noite de quarta-feira (31), na presença do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

A troca de legenda, segundo o prefeito, foi necessária, pois a direção regional do MDB, não “olhava” para Anaurilândia. “Tenho percebido que nas últimas eleições municipais, mesmo com o governador do MDB, Anaurilândia foi muito pouco valorizada. Não tivemos atenção especial do governo estadual”.

O prefeito revelou que nas eleições de 2014, veio a Campo Grande conversar com o então governador, André Puccinelli, também diretor regional da sigla. “Fui até o André, coloquei minha saída, mas ele pediu para não deixar, pois eu poderia apoiar o Reinaldo. Na época, o candidato a governo do partido, (Nelsinho Trad) não me recebia, não tinha como apoiá-lo”, comentou.

Edson conta que antes da filiação no PSDB, Puccinelli foi comunicado, assim como o diretório municipal. “Não sai pela porta de trás, deixei tudo às claras. O MDB a nível estadual, não viu Anaurilândia”.

O prefeito revela ser amigo de Azambuja e que ele, como gestor, tem colaborado com o crescimento da cidade. “Ajudou na negociação da Cesp com a liberação de recursos. Atendi um pedido dele e do Sérgio de Paula (presidente do PSDB)”.

Edson Takazono administra Anaurilândia, que tem 8.534 habitantes, pelo quarto mandato. Ele não antecipou à reportagem se pretende disputar a reeleição. “Eu tenho direito, mas só a população pode falar se eu disputo novamente ou não”.

Estiveram presentes no ato de filiação, o deputado federal Beto Pereira, secretário de Saúde, Geraldo Resende, Azambuja e o presidente regional do PSDB, Sérgio de Paula.

Print Friendly, PDF & Email
HIPER
posto