Assustado com o aumento de casos no Estado, Resende apela para que regras sejam seguidas no fim do ano

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Somente neste sábado (28) a Capital registrou 1.178 resultados positivos de Covid-19

Thais Libni

Com os hospitais de Campo Grande enfrentando superlotação, o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Resende Pereira reforçou mais uma vez neste sábado (28) o risco da população não respeitar as medidas de biossegurança. O apelo foi feito em dia que Mato Grosso do Sul registra 1.884 novos casos da doença.

“É nossa responsabilidade, informar que a semana epidemiológica 47 que começou no 15 de novembro, apresentou um aumento expressivo do número de casos SRAG/COVID em Campo Grande, aumento que continuou ao longo desta semana à 48”, pontuou Resende em nota.

O secretário argumentou que o fato de estarmos caminhando para o final do ano gera maior fluxo de pessoas nas ruas, seja em busca de promoções, presentes de natal ou festas. Essas aglomerações podem agravar a situação de contaminação da Covid-19.

“Na Capital, a faixa etária mais acometida é de adultos jovens de 20 a 39 anos que possui uma dinâmica social mais ativa, frequentam mais espaços coletivos, consequentemente essas pessoas podem se contaminar e levar o vírus para suas famílias, em especial aos idosos, comprovadamente mais vulneráveis à forma grave da COVID-19”, complementou.

Algumas recomendações foram feitas por Geraldo Resende, como:

  • Obrigatoriedade do uso de máscara;
  • Medidas de higiene;
  • Evitar aglomerações, saídas de casas e contatos desnecessárias;
  • Permanecer em casa, no período das 21h às 5h, sem mobilidade urbana;
  • Não permitir aglomerações enfrente aos estabelecimentos.

Para o comércio, a recomendação é para aumentar as regras de biossegurança, exigir o uso de máscaras, orientar a higienização das mãos com álcool e manter distanciamento entre si. “Não permitam aglomerações frente aos seus estabelecimentos”, concluiu Resende.

Boletim

De acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretária de Estado de Saúde (SES), Campo Grande registrou nas últimas 24horas, 1.178 novos casos de contaminação da Covid-19 o total do Estado é de 1.884 novos casos positivos.

Com aumento expressivo, o Estado contabiliza agora 97.605 casos de infecção, tendo 9.685 em isolamento domiciliar e 450 internados entre leitos clínicos e UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Totaliza o número de 85.713 recuperados em Mato Grosso Sul,

Com três mortes registradas no boletim de hoje, o Estado totaliza 1.757 óbitos até o momento.

spinner-noticia

Print Friendly, PDF & Email
HIPER