Sustentabilidade é tema de ação para alunos da rede pública de Coxim

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on print

Um projeto muito interessante de sustentabilidade vem sendo executado pela Escola Municipal Pré-escolar e de Ensino Fundamental Maria Lucia Batista, em parceria com a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – Campus Coxim e a Secretaria Municipal de Educação (SEMED). A sustentabilidade é um processo que busca um modo de usarmos melhor tudo o que necessitamos (como, por exemplo, a água), visando garantir que ela seja utilizada por nós e pelas próximas gerações.

A ação é um projeto interdisciplinar da escola Maria Lucia Batista, com supervisão, apoio e participação da diretora escolar Carla Baptista, professores Edson Romeu, João Carlos e Dinalva Pedroso. Com início no final do ano de 2017, a escola assumiu o compromisso de planejar e desenvolver as ações de sustentabilidade, sendo apoiada pela UEMS/Coxim.

O projeto é composto por três grandes eixos: a criação de práticas de sustentabilidade na escola, a geração de ações em gestão de resíduos sólidos e a melhoria do processo de ensino das crianças através da alfabetização científica em espaços educadores.

As ações de sustentabilidade e gestão de resíduos sólidos se iniciaram com o reconhecimento dos espaços e da realidade da escola e do diagnóstico das práticas cotidianas que envolvem a compra, o consumo e o destino final de diversos produtos, como o papel e os alimentos.

A comunidade escolar foi mobilizada para criar dois espaços educadores: a Horta (já implantada) e o Jardim Polivalente, os quais permitirão criar momentos propícios para diálogos, reflexões e percepções quanto ao ambiente escolar e as práticas cotidianas, contribuindo para o desenvolvimento de cidadãos críticos e conscientes de seus deveres.

Neste ano, as crianças e suas famílias já realizaram atividades como auxílio na construção da horta e no plantio de couve, cebolinha e rúcula, apoio na limpeza do ambiente e na coleta seletiva, reciclagem de papel e confecção de pequenas composteiras caseiras. Todas as ações visam contribuir com o processo de alfabetização científica e a formação da cidadania.

O projeto ainda contará com muitas outras ações a serem desenvolvidas por toda a comunidade escolar, como a elaboração da Agenda 21 Escolar e a arborização da escola com plantas típicas do cerrado.

  • [Alternative text]
  • [Alternative text]
  • [Alternative text]
  • [Alternative text]
  • [Alternative text]
  • [Alternative text]
1/6
[Alternative text]
Print Friendly, PDF & Email
HIPER