Sem fiscalização, santinhos ‘tomam conta’ de locais de votação

0
77

Além de crime, o dano ambiental é outra questão grave

Vinícius Squinelo e Amanda Amaral

Crime eleitoral, a ‘distribuição’ de santinhos nas frentes dos locais de votação é um hábito que parece nunca morrer. Ainda mais sem a devida fiscalização.

Em Campo Grande, por exemplo, na Escola Professor Arassuay Gomes de Castro, a calçada estava tomada pela papelada. Além de crime, o dano ambiental é outra questão grave.

Curioso que os santinhos não se limitavam a partidos, sendo encontrados de candidatos os mais diferentes possíveis, do PSL ao PT. Inclusive alguns com misturas ‘estranhas’, como de Jair Bolsonaro e Junior Mochi, do MDB, que tem candidato à presidência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here